Quando e como tirar a fralda da criança? Existe momento certo? Como reconhecer os sinais da criança?

A prática recorrente em escolas e as orientações mais comuns entre pediatras é decidir pela criança a hora em que ela deve ser desfraldada, condicionando-a a um treinamento monitorando as idas ao banheiro de hora em hora. Um processo muitas vezes estressante, que pressiona a criança para que corresponda as expectativas impostas e, possivelmente, gera frustrações nos pequenos e nos adultos.

A abordagem de Emmi Pikler,  será apresentada na próxima roda do Entre Nós. “Desfralde no tempo da criança” é uma visão respeitosa do ritmo da criança,  em que se reconhece a importância de seu amadurecimento físico e emocional para vivenciar o desfralde.

Para conversar conosco, convidamos Bianca Bethonico, pedagoga, especialista em Pedagogia Waldorf e Filosofia Pikleriana, fundadora e diretora do Ninho Jardim de Infância. Ela elucidará que através do respeito e da autonomia, o processo acontecerá de forma natural, assim, a criança se sentirá segura e confiante, tendo sua individualidade acolhida. É essencial que pais, responsáveis, educadores e cuidadores saibam identificar os sinais e ritmos de cada criança e entendam como apoiá-la neste novo momento de sua vida, fortalecendo o vínculo.

O trabalho de Emmi Pikler, pediatra húngara, sobre criação e desenvolvimento infantil é mundialmente reconhecido pela abordagem respeitosa da primeiríssima infância, ressaltando a importância da empatia e da observação ativa para que bebês e crianças pequenas socializem e se desenvolvam com autonomia, espontaneidade e independência. Pautado em três princípios básicos – segurança afetiva, ambiente previsível e movimento livre – orienta que os cuidadores (pai, mãe, família, responsável, educador) devem observar atentamente a criança enquanto ela explora ambientes e testa possibilidades. Nada é induzido, exigido ou condicionado. No caso do desfralde, a condução respeita a biologia da criança, ou seja, quando seu corpo e cérebro estiverem prontos para realizar a tarefa, acontecerá naturalmente. O controle do esfíncteres por parte da criança é primordial, um processo biológico, que não pode ser condicionado.

No encontro, entenderemos mais sobre:
:: Os fundamentos da filosofia Emmi Pikler
:: O processo do desfralde respeitoso
:: Os papéis do adulto e da escola neste momento

O Entre Nós será em 06 de junho, quarta, no Espaço Corre Cutia. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas via sympla (link) no valor de R$ 70,00. Formas de pagamento: boleto bancário, cartão de crédito e débito online.

Programação:
19h | Boas-vindas
19h15 | Início da roda de conversa com o facilitador convidado
20h30 | Acolhimento das dúvidas e troca de experiências
21h30 |Encerramento


Entre Nós

O Entre Nós são encontros para compartilharmos conteúdos valiosos e experiências sobre parentalidade e infância. Momentos para escuta e acolhimento de nossos sentimentos e vivências como mães e pais, de forma consciente e respeitosa, sem julgamentos.

O evento é um momento de pausa e reflexão, em que nós, pais, cuidadores e responsáveis, trocamos experiências e vivências sobre parentalidade e o cotidiano com as nossas crianças. A presença dos pequenos pode limitar a nossa liberdade nesse compartilhamento e dos demais participantes da roda. Por isso, não contamos com atividades específicas ou monitores para acompanhar as crianças.