Foto @tantomarfotografia

Você sabia que a praça Marília de Dirceu, na verdade se chama João Luiz Alves? Localizada no bairro de Lourdes, um dos mais charmosos da nossa cidade, a pracinha muitas vezes passa desapercebida por muitas pessoas que cruzam a região diariamente. 

Batizada, assim como a rua, em homenagem à amada do escritor e incofidente Tomás Antônio Gonzaga. Inaugurada na década de 1930, confere um ar nostálgico e cara de interior com a presença do coreto, bancos e mesas de jogos. 

Por lá, o parquinho fica em um banco de areia e é frequentado pelas crianças moradoras da região pelas manhãs. Muito arborizada, o passeio torna-se agradável a qualquer hora do dia. Há lixeiras espalhadas específicas para as fezes dos bichinhos espalhadas por toda a extensão e é iniciativa da Associação dos Moradores do Bairro.

Que tal aproveitar o próximo final de semana para curtir a pracinha? Aproveite e passeie a pé com as crianças pelo bairro. Procure por árvores frutíferas – será que ainda encontramos?, observe as mais diversas plantas e flores, siga o caminho das formigas, parem e observem as plantas que nascem entre o concreto, ouçam os ruídos da cidade e os cantos dos pássaros, atentem-se para o cheiro das coisas. Richard Louv, autor de “A última criança na antureza” afirma que “a natureza na cidade é a natureza em sua forma mais obstinada”, te convidamos a notá-la.

O que tem de bom por lá:
:: parquinho
:: bancos de contemplação e área com sombras
:: lixeiras para coleta de fezes dos animais
:: mesas de jogosO que precisa melhorar:
:: mais opções de brinquedos, inclusive, para crianças com mobilidade reduzida