* atualizado em dez.21

foto colorida. uma criança observa o crânio de luzia, em exposição no museu da puc minas.
crédito: patrícia de sá

 

 

Museu é lugar de criança sempre. Passear com os pequenos pelas galerias é uma experiência instigante e divertida – leia mais  aqui. Vivenciamos a (re)abertura dos espaços culturais que tanto curtimos.  Selecionamos 15* 13 espaços em Belo Horizonte. São muitos os espaços que possuem áreas ao ar livre, tão necessárias nesse momento que atravessamos.

Atente-se para protocolos de visitação estabelecidos, como a retirada antecipada dos ingressos gratuitos, a obrigatoriedade do uso de máscaras, limite máximo de circulação, restrição de acesso a obras interativas e telas sensíveis ao toque, e bom passeio!

Museu de Ciências Naturais Puc Minas
Av. Dom José Gaspar, 290 – Coração Eucarístico
R. Dom Jose Gaspar, 290 – Coração Eucarístico
Horário de funcionamento: 9h às 17h – mediante agendamento
Ingressos: R$ 12,00 (crianças até 3 anos não pagam)
Agendamento: (31) 3319 4520 (de segunda à sexta, das 9h às 16h – possível agendar para período com antecedência)

Um espaço que desperta a curiosidade de todo mundo. Que faz a gente querer brincar de explorador, paleontólogo, e o que  a imaginação permitir. E com um jardim – das Borboletas – que nos faz querer ganhar horas e horas por lá, desacelerando! Um museu para as crianças e suas famílias.  No Museu de Ciências Naturais PUC Minas encontramos mais de 62 mil fósseis originais e espécies atuais. A fauna brasileira representada por mamíferos, aves, répteis e anfíbios, vida na água e no cerrado, fazem parte do acervo. Um espaço interdisciplinar, que desenvolve atividades científicas, educativas e culturais nas áreas de paleontologia, zoologia e conservação da natureza. A criançada aprende brincando!

Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link



Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG
R. Gustavo da Silveira, 1035 – Santa Inês
Ingresso: R$ 10,00 (inteira) | Isentos – crianças até 5 anos, adultos acima de 60 anos, estudantes UFMG e funcionários UFMG
Funcionamento: eventual. é necessário acompanhar as redes sociais do museu. 
Informações: 31 3409 7650

Localizado em uma área de 600.000 m², com vegetação típica da Mata Atlântica, o passeio se torna imperdível. Dispõe de um acervo formado por aproximadamente 265.664 itens entre peças e espécimes científicos preservados e vivos (coleção científica de plantas e reserva vegetal) e contextualizados nas áreas da Arqueologia, Paleontologia, Geologia, Botânica, Zoologia, Cartografia Histórica, Etnografia, Arte Popular e Documentação Bibliográfica e Arquivística. Conta também com o Jardim Botânico, o Presépio do Pipiripau, um viveiro de mudas, uma lagoa, um anfiteatro ecológico e um jardim sensorial.
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link


Museu de Artes e Ofícios
Praça da Estação, 600 – Centro
Horário de Funcionamento: quinta a sábado, das 11h ás 16h
Entrada gratuita, mediante agendamento (Ingressos)

Um museu localizado em uma praça <3 O MAO conta com um acerco permanente de mais 2.500 peças que contam a história do trabalho no Brasil nos séculos XVIII e XIX. Além disso, realiza exposições temporárias e vários projetos, inclusive para as crianças


Casa Kubitschek
Av. Otacílio Negrão de Lima, 4188 – Pampulha
Visitação: sexta a domingo, das 11h às 18h
Mediante agendamento (link)

Uma “casa-museu”, com um telhado que tem a forma de asa de borboleta e planos inclinados,  projetada por Oscar Niemeyer . Jardins assinados por Burle Marx e um amplo quintal, localizada às margens da Lagoa da Pampulha – tem cenário mais convidativo para um passeio em família?
A casa de fim de semana de Juscelino Kubitschek, quando ainda era prefeito de Belo Horizonte, foi restaurada e transformada em um museu. Móveis, adornos, objetos, espaços, fotografias da época foram preservados e durante o passeio vivenciamos como era o habitar entre os anos 40 a 60.
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.


Museu Histórico Abílio Barreto
Av. Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim
Horário de visitação: quarta-feira a domingo, das 11h às 18h
Mediante agendamento (link)

Lugar lindo para passear com as crianças e conhecer um pouquinho da história da nossa cidade. Inaugurado em 1943, o local escolhido para sediar o museu foi a casa da antiga fazenda do leitão – remanescente arquitetônico dos arredores do Arraial do Curral Del Rei. Abílio Barreto foi seu idealizador e fundador. Nas áreas internas o acervo é vasto, fantasias de carnaval, muitas fotografias, mapas, utensílios domésticos e muitos outros objetos fazem parte do acervo que está em constante expansão acompanhando o desenvolvimento da cidade. Um espacinho num bairro que ainda preserva muitas características de uma BH que está ficando esquecida, a Cidade Jardim.


Museu dos Brinquedos
Av. Afonso Pena, 2564 – Funcionários
Horário de visitação: segunda a sábado, das 10h30 às 17h. As visitas acontecem com agendamento antecipado e duração de 2 horas conforme programação
Mediante compra de ingressos (link)
Ingressos: R$ 30,00

Passear no Museu dos Brinquedos é um resgate às nossas memórias mais divertidas da infância, é uma visita nostálgica, afinal, podemos jurar que aquelas bonecas, ursos, carrinhos foram nossos. Para a criança é um mundo novo! Um espaço de muitos estímulos: sonoros, visuais, sensoriais. O museu localiza-se em uma charmosa casa integrante do patrimônio histórico de nossa capital, o acervo é organizador por décadas (desde o início do século XX até os dias atuais) e reúne bonecas, ursos de pelúcia, carrinhos, trens, brinquedos raros e antigos.  Com cerca de 5.000 peças, entre nacionais e importados, o espaço promove ainda oficinas, conta com um pátio para diversão e uma brinquedoteca para as crianças curtirem (que conta com um cantinho de leitura).
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.


Museu Brasileiro do Futebol
Av. Coronel Oscar Paschoal, s/n, portão G2 – Pampulha
Horário de visitação: sexta à domingo, exceto dias de jogos.
As visitas para bastidores + museu brasileiro do futebol acontecem com agendamento via sympla.
Ingressos: R$ 20,00

Localizado no Mineirão, o museu conta a história do esporte em nosso país, e como é a relação dos brasileiro com o Futebol, sua influência nas relações, no modo de viver e pensar. São 14 espaços, sendo 5 novos. De relíquias da inauguração do estádio, como a catraca original, a tão conhecida calçada da fama, placas com os mais belos gols marcados e até a oportunidade de gravar o momento mais marcante que o visitante vivenciou no Mineirão.
Importante: em dias de jogos e eventos não há visitação.


Memorial Vale
Praça da Liberdade, esquina com rua Gonçalves Dias 
Circuito Liberdade (Praça da Liberdade)
Horário de visitação: terça a sábado, das 10h às 17h30; aos domingos, das 10h às 15h30.
Entrada gratuita. Não é necessário agendamento.O Memorial faz parte do Circuito Cultural da Praça da Liberdade. O prédio tem três pavimentos, recheados de salas com um rico acervo interativo. São cenários reais e virtuais que se misturam criando experiências e sensações incríveis para o público. O projeto de curadoria e museografia é assinado por Gringo Cardia, designer que somos fãs. Além disso, conta com uma programação direcionada para as crianças super legal.
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.


MM Gerdau
Praça da Liberdade, s/n 
Praça da Liberdade
Horário de visitação: terça e quarta, de 11h às 18h, quintas, sextas e sábados, de 12h às 21h
Entrada gratuita. Não é necessário agendamento

O chamado MMM, de forma lúdica e criativa, conta a história e relação das minas e metais com o Estado de Minas Gerais em 18 salas diferentes. Totalmente interativo, com muitos recursos audiovisuais e uma programação especialmente criada para as crianças o ano todo e em um casarão ma-ra-vi-lho-so.
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.


Espaço do Conhecimento UFMG
Praça da Liberdade, 700
Horário de visitação: quinta a domingo, de 12h às 17h, sábados, de 12h às 19h
Entrada gratuita. Não é necessário agendamento

O prédio tem cinco andares e mescla ciência e arte. A arquitetura da fachada do prédio já desperta nossa atenção, e ainda é digital. A exposição  fixa se chama Demasiado Humano, se dividindo em “O Aleph”, “Origens” e “Vertentes”, com diversos recursos audiovisuais e interativos, possibilitando ao público uma experiência visual, tátil, sensorial.
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.


CCBB
Praça da Liberdade, 450 – Funcionários
Praça da Liberdade
Horário de visitação: quarta a segunda, das 10h às 22h
Entrada gratuita. Não é necessário agendamento.
Importante: não será possível entrar com mochilas na exposição, pois o guarda-volumes estará suspenso. A bilheteria física também não está funcionando.

O prédio, construído em 1926, com uma área de 12.000 m2, tem muita história para contar. Já recebeu a Secretaria de Segurança e Assistência Pública do governo mineiro, já abrigou o Comando Geral das Forças Revolucionárias, e mais recentemente, a Secretaria da Defesa Social e Procuradoria Geral do Estado. Em 2013, o CCBB foi inagurado. O prédio restaurado recebe hoje exposições, peças teatrais, shows musicais. É a sexta instituição cultural mais visitada no Brasil e a 95º no mundo, de acordo com o ranking da publicação inglesa The Art Newspaper (abril/2014).
Já passeamos por lá, confira a cobertura completa neste link.

 


Casa Fiat de Cultura

Praça da Liberdade, 10 – Funcionários
Horário de visitação: terça a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h.
Programação gratuita
Instalada no Palácio dos Despachos, edifício que integra o conjunto arquitetônico e histórico do Palácio da Liberdade e o Circuito Liberdade. Ao entrar no espaço, somos recebidos pelo quadro “Civilização Mineira”de Candido Portinari. Duas grandes galerias recebem exposições frequentemente. O prédio conta ainda com um amplo jardim, para um agradável passeio e uma capela que realiza missas aos sábados (11h).

Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada franca
Horário de visitação: sábado e domingo, em blocos de horários, sendo: 10h, 11h, 13h, 14h e 15h.
Informações: 31 3236 7363
Mais do que um Museu, um complexo cultural que fomenta e difunde a arte e a cultura para o público. Localizado no centro da capital, cerceado pelo parque Municipal, o amplo espaço conta com vários equipamentos culturais: teatros, salas, galerias e cinema. Além de agradáveis jardins para ganharmos muito tempo durante o passeio <3 Vale acompanhar a programação que sempre conta com atrações para toda a família.

* os espaços Museu Giramundo e Museu de Arte da Pampulha estão temporariamente fechados.