A Escola Livre de Artes Arena da Cultura oferece atividades para o público jovem e adulto interessados em se aproximar do campo da Cultura da Infância ou aprofundar seus conhecimentos. As inscrições acontecem no site .

26/5/21, das 19h às 22h
Roda de Conversa – Audiovisual e as infâncias: invenções para brincar com as imagens
A proposta é abrir a roda para conversar sobre a Cultura da Infância e o Audiovisual. O convite é para a compreensão da brincadeira como processo de conhecimento intermediado pelo lúdico e pela força motriz da imaginação.

8 a 29/6/21,terças, das 14h às 17h
Workshop – Contando Histórias – Histórias de Boca
Você se lembra da primeira história ouvida? Do primeiro brinquedo, das brincadeiras e cantigas que escutou da boca dos pais, avós e pessoas que conviveram com você e fazem parte da sua vida? O workshop é um convite para acessar esse repertório individual e coletivo, permeado por histórias ‘de boca’. As cantigas, as brincadeiras e contos, transmitidos de geração em geração, guardados no coração, serão trazidos à tona numa partilha afetiva e lúdica. Conversas sobre esse conjunto de histórias, seja através da palavra falada ou cantada, além de experimentar brincando formas significativas de recontar essas memórias.
Convidados: Roquinho, da Carretel Cultural, Madu Costa, cordelista, A Casa das 5 pedrinhas

RODAS DE CONVERSA

31/5, das 9h30 às 12h30
4/6, das 9h30 às 12h30

Diálogos Áfricas – Brasil (Malawi e Congo)

Nesse encontro com Roquinho, da Carretel Cultural, as educadoras Lilian Villanova, Jessy Mary e Tuombe Espérance, que são brincantes educadoras do mundo, irão apresentar as bases para a contrução de um projeto de educação no Dzaleka Refugee Camp, Malawi, África. Será um momento de compartilhamento entre Brasil e África, com a presença de crianças congolesas do campo de refugiados Dzaleka Refugee Camp, Malawi, África.

9/6, das 9h30 às 12h30
Encontros entre quintais

A Carretel Cultural e Carol Paixão compartilham a experiência de construir, em tempos de afastamentos, uma rede nacional de “Quintais Brincantes”. E trazem, nesta roda de conversa, propostas de como construir uma rede de Quintais Brincantes.

10/6, das 9h30 às 12h30
Brincando com Madeira

Nesta roda de conversa, com a Casa das 5 pedrinhas, pretende-se contemplar imagens e relatos dos brinquedos surgidos do eterno encontro humano e vegetal. Serão apresentadas imagens de crianças, jovens e adultos brincando pelo Brasil afora. Para provocar memórias serão evocadas lembranças dos piões, cavalinhos de pau, bilboquê, “mané gostoso”, carrinhos e caminhões diversos, tratores, bonecas e bonecos, animais entalhados, casinhas e mobiliazinhas, corrupios, assovios, flautas e cavaquinhos; berimbau, tambores, reco-reco e tamborins.

16/6, das 9h30 às 12h30
Espaços comunitários de brincar

Guilherme Blauth é membro fundador do “Quintais Brincantes” e idealizador de um modo-meio de construção coletiva de espaços naturais para Brincar! Nesta roda de conversa, Guilherme, juntamente com a Carretel Cultural, irá abordar possibilidades de pensar o Brincar nos espaços naturais e também apresentar os seus “Brinquedos Vivos”.

17/6, das 19h às 22h
O brinquedo palavra na cultura da infância

Da mesma forma que brincando a criança desafia o corpo na expectativa de atingir seus limites, o faz também com as palavras, que se tornam verdadeiros brinquedos nas vozes das crianças. A riqueza da língua materna, a musicalidade da voz falada, a rima, métrica e poesia, a criatividade e inventividade das crianças, somadas a uma infinidade de movimentos corporais, compõem a diversidade do repertório, que tem o cotidiano como tema recorrente. Neste encontro, Lucilene Silva tratará do universo vocabular da infância e das formas como as crianças brincam com as palavras através das adivinhas, trava línguas, parlendas, histórias e quadrinhas. 

24/6, das 14h30 às 17h30
Música da cultura infantil, significado e importância

A Música da Cultura Infantil é uma música no corpo, próxima ao Outro, com o Outro. Sua prática promove um convívio alegre e diferenciado, e ao observar as regras e princípios de cada brinquedo, as crianças encontram oportunidade de fazer “exercício de ser Criança” e o espaço ideal de iniciação à cidadania: plena, por índole e direito, sensível, inclusiva, desafiadora. É sobre esta música que trataremos neste encontro, com a presença de Lydia Hortélio.

29/6, das 19h às 22h
2/7, das 14h30 às 17h30

Infâncias: literatura na roda ancestral

O encontro com Madu Costa irá abordar a literatura infantil a partir da simbologia e pedagogia da roda. Uma afirmação da roda enquanto valor africano da circularidade do asé (energia vital) que mantém viva a criança primordial de cada ser humano. O ânima. São as histórias de cada um e cada uma na roda viva, a partir da perspectiva da escritora.