Escuta se aprende escutando?
Ver publicação

Escuta se aprende escutando?

A pergunta é conselho de Drummond e que abraçamos para pensar o tema da nossa próxima conversa que importa no Entre Nós ♥︎ Em meio a tantos ruídos externos e internos, desaprendemos a ouvir (a nós mesmos e ao outro). Pertencimento e vínculo são necessidades de todos nós. Como elemento…
Ver publicação
Advento do afeto
Ver publicação

Advento do afeto

Nesses tempos de distanciamento físico, em que a saudade tem habitado a todos, que tal pensar em um advento permeado pelo afeto e presença? Essa foi a ideia da querida Barbara Guimarães que gentilmente compartilhou conosco para nos inspirar. E mais uma vez reforça que o “estar perto não é…
Ver publicação
Calendário do Advento
Ver publicação

Calendário do Advento

Neste ano atípico, em que estamos todos – adultos e crianças – ansiosos à espera de notícias melhores diariamente, acredito que o Advento chega como oportunidade para praticarmos compaixão, gentileza e bondade. O isolamento físico não nos impede de resgatar o que importa: presença. “Estar perto não é físico”, já…
Ver publicação
Reabertura gradual dos museus em Beagá
Ver publicação

Reabertura gradual dos museus em Beagá

Aos poucos, os espaços culturais que tanto curtimos estão reabrindo. Protocolos de visitação foram estabelecidos, como a retirada antecipada dos ingressos gratuitos (como acontece nos parques), a obrigatoriedade do uso de máscaras, limite máximo de circulação, restrição de acesso a obras interativas e telas sensíveis ao toque. Museu é lugar…
Ver publicação
Lá fora – pela janela
Ver publicação

Lá fora – pela janela

O dia claresceu! – brinca Cecília, se lembrando de um livro querido. Começa o jogo de adivinha: Nublado? Ensolarado? Tem chuva (água? estrelas?) Cadê a lua, se escondeu? Fitamos o céu em busca do acerto todos os dias. ⁣O novo tempo ritmando a rotina do isolamento permite que as janelas…
Ver publicação
Pracinha na pandemia
Ver publicação

Pracinha na pandemia

Álcool em gel, máscaras, muita conversa, patinete, bicicleta e lá fomos à pracinha. Espaço de socialização e inúmeras potencialidades para brincar livre, decidimos com consciência retornar ao convívio pelos benefícios à saúde física e mental das crianças (e de nós adultos), mas não foi simples, como tudo nesse novo cotidiano.…
Ver publicação